Prova Discursiva: 4 erros que os candidatos cometem

Ir bem na prova discursiva é decisivo para ter uma boa classificação final.

O objetivo ideal é não somente passar na prova discursiva, mas, sim, tirar a melhor nota possível.

Infelizmente, a maioria dos candidatos ignoram completamente a prova discursiva, deixando na mão da sorte seu desempenho e resultado.

Vamos ver a seguir os 4 erros que os  candidatos cometem em provas e concursos em relação a prova discursiva.

NÃO ESTUDAM ESPECIFICAMENTE PARA A PROVA DISCURSIVA

A maioria dos candidatos não lembram da importância da prova discursiva e se concentram unicamente em estudar para a prova objetiva, ignorando totalmente a necessidade de um preparo específico para a prova discursiva.

A prova discursiva é decisiva para a nota final.

Ter uma boa nota na prova discursiva significa que o candidato ganhará posições, por outro lado, uma nota não tão boa pode significar a reprovação.

Ter a prova discursiva corrigida é um grande êxito, mas se a nota não for boa o trabalho não valeu…

Então, evite cometer esse erro!

NÃO ANALISAM O EDITAL

A grande parte dos candidatos sequer analisa o edital na parte da prova discursiva.

Como não lembram de estudar para essa fase, isso também provoca a falta de olhar sobre o edital.

Ocorre que o edital traz informações importantíssimas sobre o que será cobrado na prova discursiva, os aspectos de pontuação, etc.

Alguns detalhes simples são significativos na nota, por exemplo, o TL – Total de Linhas compõe a nota, isso significa dizer que se você escreve apenas 28 linhas em uma prova discursiva de 30 linhas, você perderá alguns décimos em relação a quem escreveu as 30 linhas completas.

Outro aspecto a considerar é que a nota da prova discursiva é formada por dois aspectos: língua portuguesa e desenvolvimento do tema.

A maioria dos candidatos ao estudar para a prova discursiva, consideram apenas os aspectos de língua portuguesa e ignoram completamente a preparação quanto ao tema cobrado.

Então, seja mais inteligente e analise o edital em relação à prova discursiva!

NÃO ANALISAM AS PROVAS ANTERIORES

Como a maioria dos candidatos não estudam especificamente para a prova discursiva, também não buscam analisar as provas anteriores.

É importante conhecer o estilo da Banca, é importante ver as provas anteriores para ganhar familiaridade com o estilo e linguagem da Banca.

Para o cargo de Analista Judiciário, elaborei um PDF que reúne 11 provas anteriores do Cespe/Cebraspe, considerando a iminência da prova do TJDFT.

Você pode conseguir esse PDF clicando aqui.

NÃO TÊM ESTRATÉGIA PARA A PROVA DISCURSIVA

Após vencer as minhas próprias dificuldades em relação à prova discursiva, após corrigir centenas de provas como professora no curso de Direito e após auxiliar diversos alunos a recorrer em provas discursivas, consolidei uma estratégia específica que facilita a compreensão da prova discursiva e aumenta exponencialmente a chance de obter uma melhor nota.

A prova discursiva merece ter sua importância reconhecida, o candidato precisa dedicar tempo na sua preparação para essa etapa e deve entender como construir o texto com estratégia para obter a melhor nota.

Nesse sentido, organizei um treinamento on line onde esses aspectos poderão ser claramente compreendidos e aplicados pelo candidato a provas e concursos. Veja mais detalhes clicando aqui!

Ao considerar considerar a importância da prova discursiva o candidato, com certeza, passará na frente de milhares de candidatos porque, a maioria, deixa inteiramente na mão da sorte.

Evite os 4 erros que os candidatos cometem. Saia da multidão e se destaque!

Lembre-se: quem aprende a estudar escolhe o cargo!

CONCORRA A UM CURSO GRATUITO

Com a finalidade de incentivar nossa audiência, abrimos a possibilidade de inserir 10 alunos no curso de Estratégia de Prova Discursiva, gratuitamente. Para concorrrer, responda as perguntas abaixo em um e-mail enviado para contato@decidipassar.com.br. As 10 respostas mais completas ganharão acesso gratuito ao curso e os vencedores receberão um e-mail com as instruções de acesso e seus nomes serão divulgados neste Blog. Veja as perguntas:

1 – Qual prova discursiva você vai fazer?

2 – Você já teve uma prova discursiva do CESPE corrigida?

3 – Já reprovou em uma prova discursiva? Qual?

4 – Você sabe como se preparar para a prova discursiva? O que você faz?

5 – Como você se sente em relação à língua portuguesa?

6 – Você sabe como se preparar em relação ao domínio do tema?

Participe!

NEYDJA MORAIS, Professora, Preparadora de Candidato, Mestre em Direito, Procuradora da Fazenda Nacional de Categoria Especial no DF, ex-assessora de um Juiz Federal do TRF da 5a Região, Co-Fundadora do Portal Decidi Passar, com mais de 25 anos de experiência jurídica e em concursos.